Entre Vivos e Mortos, a Verdade

Mundo

Diante da situação horrível imposta pela PANDEMIA, inclusive criando nos veículos de comunicação da cidade um ridículo placar onde relatam a quantidade de contaminados, mortos e recuperados nos hospitais, resolvi tirar a limpo uma VERDADE. E ninguém melhor que um dono de CEMITÉRIO, uma pessoa séria, em que eu pudesse confiar. Recorri ao meu amigo EDILSON DUARTE, dono de um dos maiores e mais organizados cemitérios do Estado, o JARDIM DA PAZ, na Serra, para saber como foi nestes últimos meses o movimento de sepultamentos.
A resposta: “Olha, em março e abril o nosso movimento CAIU em média 20% do habitual. Neste mês de maio, sim, tivemos um aumento em torno de 25% acima da normalidade.” Então, podemos deduzir que o PICO foi o mês de maio, e nos meses de março e abril, o que houve foi apenas terrorismo. A não ser que tenham enterrado no fundo do quintal, ou estejam contando com os que usaram a ponte e nunca foram achados. ENTRE VIVOS E MORTOS, A VERDADE.

COMPARTILHE:
Faça seu login e comente essa matéria