Brasileiros levam troféu de ansiedade

Saúde

Sem nenhuma surpresa, li que o povo brasileiro foi eleito pela ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DE SAÚDE como o mais ansioso do mundo. E poderia ser diferente? Não! Em hipótese nenhuma. O nosso povo é marcado pela falta de seriedade daqueles que assumem postos para garantir a ordem e a justiça, mas se detém nas possibilidades de garantirem o seu futuro financeiro, com raríssimas exceções.
Viver neste país não é fácil para quem se dispõe a ser uma pessoa correta. No Brasil, a impunidade em situações gravíssimas caem no esquecimento e isso gera um descrédito total. Vejam um crime ambiental como o de BRUMADINHO, onde tiraram centenas de vidas e até hoje os que sobreviveram não voltaram a ter as suas casas; que foram construídas com suor e lágrimas ao longo da vida.
Há os cariocas que viram um prédio desabar e soterrar sonhos de famílias e até hoje, quase três décadas depois, continuam desamparados. São fatos assim que não permitem a redução da ANSIEDADE. Que obrigam que, mesmo antes que aconteça, o nosso cérebro já fique desmoronado só de imaginar que possamos ser mais um nas listas dos injustiçados. A ansiedade e o medo envenenam o corpo e a alma. É isso que vivemos atualmente: a dor e o medo; mesmo sabendo que a ANSIEDADE não impedirá o sofrimento, acabamos perdendo a ALEGRIA do presente.
A ANSIEDADE nada mais é que se sentir preso a si mesmo. Diante de uma vida sempre cheia de instabilidade, é impossível controlar a ANSIEDADE. Principalmente em momentos como o que vivemos, regulados por quem não conhecemos e nos distanciando cada vez mais de uma das coisas essenciais para uma vida feliz, a LIBERDADE. Imagem de chiplanay por Pixabay 

COMPARTILHE:
Faça seu login e comente essa matéria