Ausência significa desistência

Reflexão

No mundo de hoje, quando temos inúmeras maneiras de nos comunicarmos, nos fazermos PRESENTES em tudo que somos solicitados, quer seja para opinar ou até mesmo calar, mas atendendo a um chamado ou convite, negarmos a nossa PRESENÇA é ignorar os nossos direitos ou demonstrar que, naquele caso, já DESISTIMOS. Existe uma frase bem propícia que diz: “OS AUSENTES NUNCA TÊM RAZÃO!” É que, embora pudesse ter algum argumento convincente, perde pela ausência.
Existem muitas pessoas que se julgam MUITO IMPORTANTES e usam a ausência para se firmar. Principalmente quando estão no PODER, carregam a ilusão que é uma maneira de valorizar-se. Não é! É falta de educação. Sempre tive uma teoria que NUNCA insistirei, com quem quer que seja, para atender a um convite. No meu modo de pensar, quando uma pessoa é convidada e não justifica a sua ausência, se desculpando, ou SEMPRE arranja uma gripe, uma viagem ou que já tem compromisso no mesmo dia, ela diz claramente que prefere não ser convidada. É um direito! Para mim, fácil de resolver porque, depois da terceira, nem que ela se ofereça será convidada.
A importância de cada pessoa, de cada coisa, quem dá é você! Um exemplo: vejo quadros em leilões que valem milhões de dólares e eu não pagaria um centavo. Assim também é com pessoas, porque se você PRECISA correr atrás delas, bajulá-las ou disputá-las com alguém para dizer que é mais íntimo, não é AMIZADE, é INTERESSE. Então, na minha concepção de vida, AUSÊNCIA é o sinal evidente que devemos DESISTIR. Olhe ao seu redor e sempre haverá alguém que mereça ser valorizado pela sua PRESENÇA. Imagem de Hebi B. por Pixabay 

COMPARTILHE:
Faça seu login e comente essa matéria