Em busca da autoestima

Reflexão

Uma das coisas que afetaram a humanidade neste ano de PANDEMIA foi, sem dúvida, a maneira que as pessoas se entregaram. A AUTOESTIMA quase não existe. De um modo geral, elas deixaram de cuidar de si mesmo, de se arrumar, de se produzir, acharam desnecessário comprar roupas, pintar os cabelos e usar maquiagem. Muitas, atacadas pela DEPRESSÃO, outras, isoladas em um mundo dominado pelo MEDO e concordando que tudo isso é DESNECESSÁRIO.
E não é! O principio básico para uma pessoa ser FELIZ é gostar de si mesmo. A beleza hoje não é mais aquele esteriótipo do nariz arrebitado, olhos azuis e cabelos fartos e lisos. Você constrói a sua beleza, a sua imagem, através da sua personalidade. Se estiver limpa, pele bem cuidada, cheirosa, cabelos sedosos e limpos, já terá uma imagem que merece admiração. Esses tratamentos são básicos e necessários para a construção da sua AUTOESTIMA.
Ninguém pode dizer que tem sido fácil superar estes momentos, mas o importante é VOCÊ, por nada, nem por ninguém, DESISTIR de si. Acredite que a DOR é a onda que passa; você sempre será o MAR invencível. Enquanto temos conosco o AMOR pelo nosso corpo e dele cuidamos, o lado negativo, aquele em que entregamos os pontos, jamais conseguirá nos tornar reféns.
REAJA, valorize o seu tempo fazendo coisas que possam te trazer alegria. Não espere elogios e aplausos de NINGUÉM, se ame e use as mãos que Deus te deu quando achar que merece aplausos. Você pode! Você deve! Você merece!

COMPARTILHE:
Faça seu login e comente essa matéria