Um look quase assassino

Social

Não tenho a mínima ideia, e até prefiro continuar desconhecendo, quem foi o autor(a) dos uniformes dos agentes que trabalham no serviço de parquímetro aqui de Vitória. Além de ser uma coisa de extremo MAU GOSTO, com cores que se ODEIAM entre si, tecidos grossos, ainda CONDENAM os pobres profissionais ao uso de mangas compridas neste calor insuportável. Daqui, sugerimos ao prefeito LORENZO PAZOLINI, ou alguém encarregado do assunto em sua equipe, que sejam mais humanos, que tenham piedade dessas pessoas, solicitando uma urgente modificação nos modelos.
Cores mais leves, de repente com bermudas, tecidos laváveis e que não os coloquem como “frangos” em assadeiras, transitando o dia inteiro, até suando e causando mal-cheiro. O que vemos são pessoas trabalhando até mal-humoradas e constatei até um com o desodorante vencido, o que é natural diante da exposição. Que tal criar um concurso numa Faculdade de Moda, com um prêmio simbólico, para criação dos novos uniformes? Revelará um talento e certamente SALVARÁ a vida dos que trabalham na área. Fica a dica.

COMPARTILHE:
Faça seu login e comente essa matéria