Um ano de dificuldades e superação

Reflexão

Estamos todos nos habituando a RECLAMAR DA VIDA. A falar da insatisfação de ver amigos indo embora para outro plano sem o direito sequer de nos despedirmos. Mais de um ano que não sabemos de VERDADE o que acontece. Muitos falando e ensinando o que ouviram, mas sequer entenderam. Muitos médicos falsos fazendo vídeos e ditando regras que nunca nenhuma ESCOLA DE MEDICINA ensinou. Há, a cada minuto, uma novidade e sempre PIOR. A receita é espalhar TERROR. Duvidar é muito arriscado. Até mesmo os que, a princípio, faziam gozações, hoje aguardam a VACINA como a única maneira de se proteger. Mas, a morte do cantor AGNALDO TIMÓTEO, dizem, foi uma prova que mesmo tomando a segunda dose, ainda há em 40 mil uma chance de sofrer e até ir a ÓBITO.
Hoje, ouvi numa rádio, uma médica aconselhando: "Os netinhos podem ir sim visitar os seus avós, mas é aconselhável não dar abraços, ficar no mínimo 2,5 m de distância e não se atrever a tomar nem um cafezinho!" Não seria melhor deixar a visita para 2022, depois que todos estiverem vacinados? Acho que da maneira indicada, seria mais uma sessão de TORTURA. A verdade é que estamos DOMINADOS! Não há prazer em fazer NADA porque tudo nos ameaça de maneira cruel. Passamos UM ANO DE DIFICULDADES E SUPERAÇÃO. Mas, será que teremos fôlego para viver este drama? Pediremos à VIRGEM DA PENHA, que na próxima segunda-feira tem o seu dia para as devidas comemorações, claro, virtualmente, que nos dê forças e interceda por nós para que DEUS tenha piedade de todos. AMÉM!!! Imagem de Himsan por Pixabay 

COMPARTILHE:
Faça seu login e comente essa matéria