Vacinação Contra Gripe

Saúde

Diante do quadro da pandemia, com o intuito principal de fortalecer a imunidade das pessoas do grupo de maior risco - os idosos - e profissionais da saúde, a campanha de vacinação contra a gripe foi antecipada e começou hoje (23), em Vitória. Ela será feita em três fases e a primeira está destinada a este grupo.
Para não haver aglomerações, a Secretaria Municipal de Saúde da capital (Semus) optou por realizar a campanha nas Escolas Municipais de Ensino Fundamental (Emefs) e Centros Municipais de Educação Infantil (Cmeis). O órgão orienta que as pessoas respeitem os horários agendados e retornem para suas casas logo após a imunização, garantindo assim a menor circulação possível. E para quem está com qualquer sintoma de gripe ou problemas respiratórios, que evite a imunização agora. "A pessoa que estiver com sintomas gripais ou respiratórios deve aguardar o período de isolamento para depois se vacinar. Há vacina para todos dos grupos prioritários e a campanha só termina em 22 de maio”, explica a secretária de Saúde de Vitória, Cátia Lisboa.
A vacinação será feita apenas pelo agendamento on-line, na página http://agendamento.vitoria.es.gov.br/. O 1° lote de 18 mil vacinas, enviado pelo Ministério da Saúde, já foi todo agendado. Para o 2° lote, é necessário aguardar.
Vacinação escalonada - A campanha de vacinação contra a gripe de 2020 será escalonada, de acordo com o calendário do Ministério da Saúde. A estimativa é imunizar cerca de 124.700 pessoas durante a campanha, que tem previsão de terminar em 22 de maio:
- 1ª fase (a partir de 23/3) – idosos com 60 anos ou mais e trabalhadores da saúde.
- 2ª fase (a partir de 16/4) – o sistema vai manter as doses para os idosos, mas também abrirá para professores das escolas públicas e privadas, profissionais das forças de segurança e salvamento, doentes crônicos e outras condições clínicas especiais.
- 3ª fase (a partir do dia 9/5) – além dos primeiros grupos, crianças de 6 meses a menores de 6 anos, gestantes, puérperas (mães que tiveram bebês até 45 dias e apresentem algum documento que comprove a condição), povos indígenas, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas, população privada de liberdade, funcionário do sistema prisional e adultos de 55 a 59 anos também poderão agendar sua vacinação.

COMPARTILHE:
Faça seu login e comente essa matéria