Diário de Um Enclausurado III

Reflexão

Por Jorginho Santos

É difícil demais aceitar regras se você tem dúvidas. Principalmente se for alguém como eu, que sempre fez as suas regras. Comigo NUNCA colou essa história de “não pode usar meias de cor com sapato preto”, “não se come carne vermelha com vinho branco”, “não se usa terno branco para casar”. Tanto que casei usando terno branco e, graças a Deus, só trouxe sorte. E, neste momento, aparecem pessoas de todas as áreas dizendo o que se tem de fazer. Eu finjo que nem vi. Somos donos de nossas escolhas e só devemos dar satisfações aos que achamos por bem.
Claro, isso desde que não vá causar mal-estar aos nossos familiares, àqueles que dividimos o nosso espaço. Ficar em casa é uma delícia, mas não por imposição, por MEDO. As redes socias, que neste momento deveriam servir para distração, se tornou um CAMPO DE GUERRA por NADA. Todos querem impor os seus pensamentos e fazem agressões desnecessárias.
Ontem, uma IDIOTA colocou numa postagem minha, onde eu dizia que isso geraria o aumento de muita gente recorrendo ao BOLSA FAMÍLIA, o seguinte: “Quem sabe você não será um deles. A não ser que você tenha aposentadoria ou, de repente, nem precisará porque a doença te leva!”  Apenas exclui e bloqueei. Não perderia tempo em responder. Só entrei no perfil dela, pela primeira vez, para saber de quem se tratava. Quando vi logo de cara que a única coisa que faz é ataque ao presidente BOLSONARO, entendi e deletei. Eu não brigo por políticos e raramente faço comentários. Mesmo porque não sou e nem pretendo ser um expert no assunto. Tenho as minhas convicções suficientes para escolher os candidatos. E, em política, TODOS podem te decepcionar. Vejo que, em muitos casos, eles caem em armadilhas provocadas pela oposição.
Mas, continuo no HOME OFFICE; apenas preocupado com a INCERTEZA de não produzir. Comigo e todos os meus AMIGOS, empresários, que não dormem, que têm suas contas para pagar, que são responsáveis por dezenas de famílias. Quero ver quem ainda duvida se isso não causará a falência desenfreada no comércio! E muitos argumentam: “Temos de evitar mortes!” Meus caros, só quem pode evitar a MORTE é DEUS!
Se a imprensa fizesse um levantamento de mortes no trânsito, ou pela FOME, e de outras doenças, essa histeria não se propagava. As pessoas estão num impasse, não sabem em quem acreditar porque, ainda por cima, além de todo o TERRORISMO, existem centenas de pessoas desocupadas que aproveitam para criar FAKE NEWS e logo são compartilhadas.
Como dizem que em tudo na vida sempre há o LADO BOM, esperaremos e confiaremos a DEUS, que este LADO não demore a aparecer porque sem trabalho o homem é um ser DERROTADO. Contra uma doença, podemos lutar, contra o DESEMPREGO, que gera a miséria, há décadas vemos pessoas lutando sem solução. E finalizo com uma frase de MOHAMMED HAZIZ, que diz: “O DESEMPREGO MATA QUALQUER DIGNIDADE DO HOMEM.” Bravo! Bravíssimo!!!

COMPARTILHE:
Faça seu login e comente essa matéria