Histórias da high capixaba XXXXI

Social

Houve uma época muito engraçada em Vitória, na década de 80. De repente, a cidade tinha mais CÔNSUL que Brasília, São Paulo e, talvez, até que Nova York. Era do Panamá, Costa do Marfim, Finlândia, e alguns nem tinham pisado nesses lugares um dia. Dizem que a intenção era estar na lista de convidados de uma festa CAFONÉRRIMA, que acontecia no final do ano, reunindo todos que tivessem esse título.
O tempo foi passando, a festa acabou e os nobres cônsules também. Hoje, acho que nem eles lembram mais disso. Mas, durante algum tempo, tiraram onda de autoridade porque havia colunistas que alimentavam, pensando em poder garantir um prato de comida, algum whisky e vinhos raros. Apesar de tudo, isso piorou hoje: tem promoteur vendendo noitadas com cardápios onde frango é servido como se fosse faisão. Como diria o saudoso Sérgio Caseira: "Sacratissimo coração de Jesus!!!" Quá... Quá... Quá...

COMPARTILHE:
Faça seu login e comente essa matéria