Hemoes precisa de sangue de tipagens negativas

Saúde

O Hemoes - Centro de Hemoterapia e Hematologia do Espírito Santo -, apresenta um déficit de bolsas de sangue para os grupos O positivo e negativo, A negativo, assim como B e AB negativos. O dado é da própria instituição, que conta hoje com a colaboração de todos os municípios do Estado e que somam mais de 110 mil cadastrados no sistema.
Em 2020, o Hemoes recebeu 53.896 candidatos para doação. No primeiro semestre do mesmo ano, foram 26.258. Neste ano, até agora, o valor totaliza 29.626. Marcela Murad, diretora-geral do Hemoes, apela para que mais pessoas façam doação, independente do tipo sanguíneo. Para ela, nesse momento de pandemia, todo sangue é bem-vindo. “Estamos vivendo diariamente com os reflexos negativos causados pela queda nas doações. Doar sangue é seguro, pedimos para que a população continue doando e quem ainda não é doador, procure o hemocentro mais próximo, agende sua doação e nos ajude a salvar vidas,” ressalta a diretora.
A rede Hemoes conta o Hemocentro Coordenador, que funciona na capital, na Avenida Marechal Campos, número 1468, Maruípe, telefones (27) 3636-7900 e (27) 3636-7921, e mais três hemocentros regionais: em Colatina, na Rua Cassiano Castelo, S/N, Centro, em frente ao Hospital Silvio Ávidos, telefones  (27) 3717-2810 e (27) 3717-2800; em Linhares, na Avenida João Felipe Calmon, número 1305, Centro, ao lado do Hospital Rio Doce, telefones (27) 3264-6000 e (27) 3264-6018; em São Mateus, na Avenida Othovarino Duarte Santos, s/n, km 02, telefones (27) 3767-7954 e 3767-7960. Imagem de mohamed Hassan por Pixabay

Fonte: Brasil 61

COMPARTILHE:


Faça seu login e comente essa matéria