Nem tudo está perdido

Esporte

Uma pena que atitudes assim não ganhem o destaque que merecem. Mas, aqui, fazemos questão de publicar. Olha que lindo! A polonesa MARIA ANDREJCZYK ganhou a medalha de prata no lançamento de dardo nos Jogos Olímpicos de Tóquio. Dias depois, ficou comovida com o caso de MILOSZ, um bebê de 8 meses que precisava de uma cirurgia cardíaca e os pais não tinham dinheiro para pagá-la. Resolveu financiar a operação leiloando a sua medalha. Arrecadou 44 mil euros no leilão e mais 35 mil euros numa conta que abriu para pedir doações. A quantia será suficiente para o bebê fazer a operação nos Estados Unidos.
Logo veio uma surpresa: a rede de supermercados ZABKA arrematou a medalha no leilão, devolveu para MARIA e ainda apoiou a arrecadação para a cirurgia. "Ficamos comovidos com o gesto extremamente nobre e decidimos dar-lhe a medalha de volta." Isso é o que se pode chamar de CORRENTE DO BEM: todos saíram ganhando. O bebê será operado. MARIA teve a alegria de fazer isso acontecer, ficou com a medalha, se tornou um mito no seu país e a rede de supermercados ZABKA teve um imenso retorno de mídia e imagem. Que sirva de exemplo. Foto/ Reprodução Facebook

COMPARTILHE:


Faça seu login e comente essa matéria