Buenos Aires

Turismo

Não, não pode se dizer que a ARGENTINA viva BUENOS AIRES. A capital, que tem esse nome, não faz justiça ao que amigos que estiveram por lá na semana passada encontraram. O tradicional bairro PUERTO MADERO estava com quase todos os seus restaurantes fechados. O movimento nas ruas é praticamente nenhum. Mas, há um diferencial quase INACREDITÁVEL: não se vê nenhum pedinte nas ruas, como encontramos em cada semáforo daqui.
Apesar de um atendimento ruim, com o mau humor de sempre, ainda se come muito bem nos restaurantes e com preços bem acessíveis, ao contrário do Brasil. Um prato à base salmão, na faixa de R$ 38. A cidade está muito limpa, inclusive a CASA ROSADA passa por uma reforma total. Entretanto, o clima é de muita tristeza. E não poderia ser diferente: o dólar vale 138 pesos. Ou seja, para comprar um pão, é preciso levar um saco de pesos.
Buenos Aires, que já foi a cidade da América do Sul com mais lojas de grifes internacionais, hoje tem poucas. A ZARA, tradicional loja de departamentos, parece um cemitério abandonado, com poucas peças nas araras. Vamos rezar para que não se concretize o que muitos apregoam: o BRASIL vai no mesmo rumo. Como diria o saudoso CARLOS VACCARI: "Sem aquela, tá!!!"

COMPARTILHE:


Faça seu login e comente essa matéria