Drama no hospital

Política

É gravíssima a situação em um hospital de Vila Velha. Os três médicos ortopedistas deram 30 dias para que a direção do local busque regularização em uma série de situações que têm impedido o atendimento de maneira correta. No Pronto-Socorro, eram atendidas cerca de 60 pessoas por dia, por dois profissionais. E, na sala de cirurgia, até 14 pessoas; fazendo esforço máximo, uma vez que falta material e até condições higiênicas.
Para suprir a necessidade, diante dos fatos, fizeram malabarismo contratando irregularmente médicos de BH, aumentando o clima de tensão. Nos bastidores, falam que o caso já teve interferência do prefeito de Vila Velha e estaria agendada uma tentativa de conciliação via o vice-governador, RICARDO FERRAÇO. Um médico nos disse: "Se as pessoas soubessem da realidade, era melhor tentar dar um salto triplo carpado que colocar a vida em risco sendo atendido ali"! Image by topntp26/on Freepik

COMPARTILHE:


Faça seu login e comente essa matéria