Ney Matogrosso: o transgressor

Cultura

Um dos cantores de maior sucesso na década de 70, NEY MATOGROSSO verá o documentário que fazem sobre a sua vida. Desde a sua aparição no conjunto “SECOS & MOLHADOS”, com a sua figura exótica e voz maravilhosa, aliada a boas interpretações e coreografias sensuais no palco, NEY levava o Brasil ao delírio com seus rebolados dizendo “eu sou é homem! Eu sou é homem!!”
Mas, o sucesso veio mesmo quando decidiu seguir carreira solo. E foi no auge de sua carreira que o trouxemos para uma apresentação, em julho de 1978, no Ginásio Wilson Freitas e com um enorme prejuízo, arquibancadas vazias, porque o contrato foi feito com meses de antecedência e caiu num dia de jogo do Brasil na Copa do Mundo.
Bancamos o prejuízo, NEY foi gentilíssimo recebendo um cheque nosso que foi descontado no dia seguinte. O empresário dele não queria correr o RISCO, o que é natural, mas NEY autorizou. Na época, ele foi embora de Vitória apaixonado por um colega jornalista da Ilha, que conheceu durante uma entrevista coletiva. Mesmo ele já tendo falecido, manterei o segredo. Foto/ Facebook Ney Matogrosso

COMPARTILHE:


Faça seu login e comente essa matéria